sexta-feira, 13 de maio de 2011

Vida Moderna! Que saco isso!

Vim aqui meninas, pra desabafar com vocês.
Nunca escondi que odeio não ter tempo pra nada, principalmente quando essa falta de tempo diz respeito ao meu filho.
Quando a gente nasce, já somos preparadas para não mais sermos esposas e mães como antigamente. Somos preparadas para estudarmos muito, fazermos faculdade e sermos "alguém". E casamento e família ficam em segundo plano. Primeiro a carreira!!!! Já pensou? Dependermos de marido???? Não pode!
Com isso, temos casado cada vez mais tarde e temos tido filhos mais tarde ainda. A nossa geração é daquelas que os filhos vão ter 25 anos e nós perto de 60!!!!!
Saímos cedo de casa e deixamos nossos filhos com babás, empregadas ou na creche. Voltamos depois de um dia cansativo de trabalho. Quase não damos atenção para nossa família.
Ou eu sou um ET ou não quero essa vida pra mim!!!!
Por que estou dizendo tudo isso??? Porque há 1 ano tento colocar meu filho na natação e não consigo! Sabem por que? Porque os horários da natação são, em sua grande maioria, no horário que estou trabalhando e não tenho quem o leve à essas aulas. Cara! Isso tem me deixado revoltada!
A sociedade "exige " que eu trabalhe pois minha família precisa de mais uma renda para ter um mínimo de conforto. E essa mesma sociedade acha que as aulas para crianças pequenas têm que ser às 10h da manhã ou às 16h30 no máximo! E quando eu digo que só posso à noite, as atendentes das academias dizem com voz de espanto: "Ah, mas aula para bebês têm que ser pela manhã ou à tarde."
Na escola do meu filho não tem natação. Não são todas as que têm.
Cada vez mais eu odeio o tal movimento feminista que disse que a mulher tinha que ter os mesmos direitos que os homens. Pra que????
Desculpem o desabafo! Mas eu precisava conversar com alguém e eu sei que muitas de vocês pensam que nem eu!
Quero trabalhar sim, mas de forma que eu tenha flexibilidade de horário. Quero poder acompanhar meu filho crescer! Quero poder estar mais perto dele para ajudá-lo a enfrentar esse mundo que está cada vez mais sem valores e princípios! Está tudo distorcido! Tenho medo!

6 comentários:

Lia disse...

Ou aulas de natação são só pras dondocas...
É o rabo abanando cachorro... no Brasil ainda não aprenderam que os horários dos serviços tem que ser de acordo com o da demanda...

Amanda disse...

Fran, eu sinto exatamente como você... Eu antes de ter filho nunca tinha parado para pensar o quão pouco ficaria com ele, que falta isso me faz... Mas é exatamente o que você falou, minha família precisa de mais uma renda para ter um pouco de conforto então, cá estou eu trabalhando, meu filhote na creche, fazer o quê né? Também não gostaria de depender de marido, sou independente desde muito cedo, mas que hoje eu queria ter mais tempo para curtir a família eu queria!!!
Bjo!

Anônimo disse...

Penso como vc....e tenho os mesmos problemas...mas procurando muito achei uma academia que tem natação aos sábados..e essa foi a minha solução.... Aqui no Brasil falta realmente flexibilidade para tudo...
bjo Fer

Roberta disse...

Eu concordo em partes. Acho que deve ser muito ruim depender do marido até para comprar um batom!
Mas que os horários deveriam ser flexíveis isso sim, mas aí seu salário seria proporcional o que de repente nem valeria a pena mesmo ir trabalhar...
Enfim...

Chama a mamãe disse...

Éu concordo com vc, detesto esse movimento feminista, que mundo nós estamos construindo????????????? As a maioria das mulheres buscam uma igualdade que não teremos jamais!!! Alowwwwwww, só acumulamos tarefas...
Eu tb preciso trabalhar para não depender financeiramente de outras pessoas e dar mais conforto para minha família, mas sinceramente, é muito dificil não participar mais da vida da minha filha.
Bjos, já estou seguindo vcs amei o blog.

Sabrina disse...

Entendo sua posição, mas no meu caso preferi frear as contas e os gastos e ver meu filho crescer.

Ele nasceu prematuro, as escolas não tem a menor condição de receber uma criança prematura, e eu não confiava em ninguém além de mim.

Tranquei a faculdade, pedi demissão no serviço e estou há 5 anos vivendo uma vida de dona de casa rs.

Não acho que dependo do meu marido, a gente se ama, fez escolhas juntos. E ele depende muito mais de mim.

Não ligo para os julgamentos e críticas que recebi, nada no mundo paga ter visto cada evolução do meu filhote.

Amei o blog e estou seguindo...bjs

Linda semana.

www.maniadesabrina.blogspot.com