terça-feira, 12 de abril de 2011

Brincadeira é coisa séria!

Meninas, lembra que já falei aqui que já que não fico tanto tempo quanto gostaria com meu filhote, tenho grande preocupação com a qualidade do tempo que estou com ele? Pois é, li um texto bem legal que fala da importância da brincadeira para as crianças e resolvi compartilhar com vocês... Bom, eu amo brincar com meu filho!!! Bjos!!!

* É um texto de Larissa Fonseca, pedagoga, psicopedagoga e psicomotricista em formação

Muito se ouve falar sobre a importância do brincar para as crianças.

Mas por que a brincadeira é tão fundamental para o desenvolvimento saudável das crianças?

A descoberta da infância é algo relativamente recente. Antigamente, elas eram tratadas como “miniadultos” sem tempos, espaços, cuidados, vestimentas e atenção diferenciada dos adultos.

Com o tempo, muito se foi feito pela infância, e as crianças passaram a receber cuidados e tratamentos diferenciados.

Garantir tempos e espaços para a brincadeira infantil é promover um ambiente saudável e apropriado para o desenvolvimento da criança. E quando falo em brincadeira, refiro-me às brincadeiras de bola, corda, bambolê, àquelas brincadeiras que demandam movimento corporal, raciocínio, investigação... Atualmente, praticamente não se encontram espaços para exploração e descoberta das crianças. Os pais receiam que elas se machuquem, incomodam-se por elas se sujarem, não têm paciência para doar seu tempo a essa atividade, enfim. Além disso, insistem em dar para as crianças brinquedos que praticamente brincam sozinhos! Fazem barulhos, piscam luzes, mas não promovem desafio nenhum para as crianças. Os videogames, computadores e até celulares tomaram conta da vida das crianças e adolescentes, enquanto o essencial está sendo perdido. E então vemos crianças diagnosticadas com hiperatividade, dislexia, desinteressadas pelos estudos, leitura, viciadas em computadores e eletrônicos, deprimidas, obesas, com taxas altas de colesterol, estressadas, enfim.

Movimentar o corpo é essencial para o ser humano e muito mais para a criança! E quando digo movimentar o corpo, refiro-me também ao cérebro! Nosso cérebro também precisa de exercícios!

A brincadeira para a criança é tão importante quanto o trabalho é para o adulto.

A brincadeira promove a criação de uma nova relação entre situações do pensamento e situações reais.

Toda criança deveria poder brincar.

Essas brincadeiras que, aparentemente são simples, geram uma enorme gama de aprendizagem para a criança. Elas são riquíssimas fontes de estímulo cognitivo, social e afetivo da criança, além de representar uma ferramenta para a autoexpressão.

Ao longo do tempo tenho percebido que são poucos os pais que realmente compreendem e valorizam a importância do brincar para o desenvolvimento físico e psíquico do seu filho. A maioria ainda limita a brincadeira infantil a um simples passatempo para preencher o tempo ocioso, ou seja, consideram o brincar da criança como algo irrelevante.

Na busca pela “produtividade”, optam por matricular seus filhos em aulas de natação, idiomas, computação, entre tantas outras atividades oferecidas pelo mercado atual, mas se esquecem do fundamental, que é onde a criança aprende mais e melhor: na brincadeira!

A maioria dos pensadores e educadores que trabalham com este tema ressalta a importância da brincadeira no processo de aprendizagem e socialização. Assim, ofereça a seu filho a mais importante e significativa ferramenta de desenvolvimento que ele precisa, que é o livre brincar!

Brincar é coisa muito séria!"

Um comentário:

Lia disse...

Vc tem toda razão!
Meu filhote caiu e bateu o dente na escola brincando de pega-pega... até pensei em pedir p ele não brincar ... mas depois pensei ... o que é um cortinho perto da diversão , dos amigos, e tudo mais que faz parte da brincadeira.
O mais engraçado é ele veio todo feliz contar como são as regras e como aconteceu.
Pedi só pra ter cuidado, como toda mãe stressada ... kkk