segunda-feira, 22 de março de 2010

Ainda sobre a campanha de vacinação contra o H1N1

Meninas,

    Tenho lido e ouvido de diversas fontes que não devemos dar a vacina aos nosso filhos. Vocês têm lido algo a respeito?

    Li sobre os efeitos colaterais, sobre uma possível Síndorme de Guillain-Barré (fato confirmado pela pediatra do Gabriel, só que segundo ela, é raro mas pode vir a acontecer).

   Li sobre a fórmula da vacina ter mercúrio e esqualeno. Excipientes altamente tóxicos.

   Já li sobre conspiração política. Sobre genocídio em massa... Sobre uma seita de cientistas...

   Gente! Nem quero ler mais nada...

   Uma pessoa de confiança me indicou esse link para analisar:
   http://www.scribd.com/doc/21461973/Vacina-gripe-A-H1n1

    O que vocês acham? Têm ouvido ou lido alguma coisa a respeito? A pediatra do Gabriel ainda assim acha que devo vaciná-lo.

15 comentários:

karyaldutra disse...

Oi Fran!
Eu tomei a vacina hoje, pois me enquadro nas doenças crônicas (asma), quis tomar antes do meu filho para ver se daria alguma reação estranha, mas até o momento estou bem.
Devo vacinar o meu filho 4ªfeira, por conta do trabalho mesmo, pois não posso me ausentar esses dias.
Antes de decidir se deveria vacinar ou não conversei com neurologista dele que indicou a vacina, com o pediatra dele, que após conversar com uma infectologista do Fundão (devido a especificidades dele, ex: prematuridade e doenças respiratórias) também indicaram.
Também conversei com várias Enfermeiras aqui do meu trabalho e elas me disseram que a vacina não foi fabricada com vírus vivo, ou seja, não é capaz de gerar infecções graves, pois o vírus é fragmentado.
Acho que tudo isso não passa de boatos, temos que pensar no que é melhor para os nossos filhos e não quero que meu filho fique vulnerável a essa doença.
Amanha volto para dizer se tive alguma reação.
Bjs!

Vick disse...

Bem, é complicado mesmo...Também fiquei com medo. A pediatra do Lucca disse que a vacina oferece mais benefícios do que malefícios e que muito do que a gente lê é exagero e/ou casos raros...enfim, pra ela também tem que vacinar.

Fran disse...

Oi Karina,

Bom ouvir saber da sua experiência. Coloquei esse assunto aqui para podermos trocar opiniões mesmo. Pode ser que tudo isso seja terrorismo da internet ou alguma jogada política. Ano eleitorial, sabe como é...

Vick disse...

Fran, acabou de passar uma reportagem bem legal no JN, mas ainda não está disponível no site, dá uma olhada amanhã...Mas peguei essa aqui também do JN:
http://jornalnacional.globo.com/Telejornais/JN/0,,MUL1532456-10406,00-TIRE+SUAS+DUVIDAS+SOBRE+VACINA+DA+GRIPE+HN.html
Bjo

karyaldutra disse...

Oi Fran!
Como prometi, vim aqui falar um pouco das reações da vacina.
Lembrando, cada caso é um caso, no meu, o local da vacina ficou muito vermelho, um pouco inchado e muito dolorido, a ponto de não poder deitar do lado do braço onde tomei a vacina, mas não passou disso, nem um sintominha a mais, só isso.
Acho que para as crianças vai ser bem sofrido, mas vale a pena, só de saber que estarão protegidas já é uma grande coisa.
Por via das dúvidas, pedi para a Diretora da creche para perguntar a Pediatra de lá o que ela acha e se alguma mãe já vacinou seu filho lá. Assim que obtiver a resposta venho aqui falar. Ok?

Fran disse...

Obrigada meninas.

Assisti ao JN ontem e vi a reportagem. Inclusive eles falaram da boataria na internet.

Karina, muito obrigada. Nos conte tudo, ok?

bjs

Alê disse...

Boataria ou não, decidi não vacinar! Minha intuição de mãe até aqui só me ajudou e nunca falhou! Existem casos raros, mas existem!

Fran disse...

Meninas, sabem de uma coisa que acabei sabendo nessas pesquisas pra saber se dou ou não a vacina?

A vacina do sarampo tem mercúrio.

A probabilidade de autismo, citada na matéria do link existe em outras vacinas, que já demos nos nossos filhos.

E a Síndrome que citei, se eles tiverem uma virose mais séria, existe o risco de desenvolverem a Síndrome.

E em nenhuma dessas situações fizeram um alarde tão grande quanto agora. Por que?

karyaldutra disse...

Oi meninas!
Esse mesmo questionamento que a Fran está fazendo eu já me fiz e cheguei à conclusão que nada nessa vida é 100% garantido, mas entre 50% de proteção e 50% de exposição eu fico com os 50% de proteção. Incoerente? Pode ser, mas prefiro pecar por ter protegido meu filho, do que por nada ter feito. Não que eu ache que todos devessem dar a vacina, isso é o que eu penso em relação ao meu filho e a mim.
Quanto ao tal esqualeno, ele é um adjuvante, que serve para potencializar a vacina e no caso das gestantes e das crianças as vacinas não possuem essa substância, podem observar que nos postos as aplicações são feitas separadamente, um exemplo da diferença das vacinas é a reportagem que fala das vacinas de Caxias, para as gestantes, podem verificar, elas não possuem adjuvantes.
Recebi um folheto das Enfermeiras aqui do meu trabalho e no folheto (que é distribuído pelo Ministério da Saúde) informa que as gestantes e crianças devem tomar as vacinas sem o adjuvante, ou seja, depois de muito pesquisar e me informar acho que o melhor a fazer é dar a vacina, sem neuras e certa de que estarei fazendo o melhor para o meu filho.
Ano passado li algumas reportagens falando que o H1N1 dará 3 voltas no mundo e que em cada volta ele estará mais potente, então parei e pensei: não quero passar por todo aquele terror no ano passado, ainda mais agora que meu filho está na escola.
Não vou dar um tiro no escuro, me cerquei de todas as formas e percebi que a maioria dos médicos acham melhor aplicar a vacina.
A pediatra da creche também concorda em aplicar.
Espero ter contribuído com todas!
Bjs!

Fran disse...

Olá meninas,

Vou transcrever aqui o e-mail que um amigo da Fiocruz me mandou. Ele estava contra a vacina:

"Como havia prometido, me informei melhor sobre a vacina estes dias aqui na Fiocruz. Assim, a comunidade científica, em sua maioria, está aderindo à vacinação, tendo em vista que a restrição é somente para quem tem alergia a ovo (pelo que se evidencia). Além do que, a quantidade de "mercúrio" existente como veículo na mesma é irrisória para malefício. Portanto, a recomendação é tomar a vacina. Eu estou indo lá tomar a minha..."

karyaldutra disse...

Oi meninas!
Como já havia dito anteriormente, tomei a minha vacina na segunda-feira, não tive nenhum problema, além do inchaço e da dor local, hoje levei meu filho, estou tranqüila e certa de que fiz o melhor para ele.
Fran, vc conhece pessoas da Fiocruz?
Minha mãe, meu sogro e meu marido são de lá.
Bjs!

Vanessa disse...

Meninas,
tive a mesma dúvida de vcs, mas cheguei a conclusão que a maioria das notícias são boatos.
Tem o risco, como existe com qualquer outra. Vou dar para a Camille tb. A pediatra dela indica e ela estando na creche fica mais vulnerável.
O problema agora é que não tem disponível no posto perto da minha casa, vou esperar semana que vem.
Bjs,

Bianca disse...

Fran
Eu tomei e não tive reação nenhuma.
Já a Gigi (filhinha da minha amiga, que tem 01 ano e 04 meses) teve febre e diarréia. Mas, acho que algumas crianças reagem á vacina e outras, não. Acho que é meio pessoal.
Ela ficou malzinha um dia e no dia seguinte, já estava boa e o melhor, IMUNIZADA.
Acho que a questão benefício x malefício pesa e a primeira parte ganha.
Vacine, eu acho.
Beijos

Dany disse...

Fran, quer saber o que eu acho? O pessoal gosta é de um bafão...rs
Se vc ler a bula de Tylenol, não irá mais querer fazer uso do mesmo.
Qualquer remédio/vacina pode causar coisas terríveis!!!
Bom, eu vou vacinar Caio, sim!
Deus me livre ele pegar a vírus da gripe e eu me sentir culpada pra sempre por não ter dado a vacina...
Bjs!

Francine Figueiredo disse...

Hoje tive conversando com uma amiga médica que tem 2 filhas, uma na mesma idade da Sofia e outra com mais de 2 anos, ela chegou a conclusão que vai pagar inclusive para dar na que a campanha não vacina.
No meu ponto de vista, as pessoas falam muito e criam muito boatos é complicado, mas prefiro errar tentando acertar, eu darei a vacina, tentarei inclusive fazer isso amanhã

bjs