sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Matéria sobre "Limites"

Excelente matéria sobre como impor limites aos nossos filhos, no Papo de Mãe:

http://www.papodemae.com.br/2010/01/limites-entrevista-com-icami-tiba.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+papodemae+%28Papo+de+m%C3%A3e%29

4 comentários:

Déia. disse...

Nossa, eu adoro esse cara. Eu tenho alguns livros dele e ele tem um programa na rede vida chamado Quem ama educa toda Quinta-feira às 21h.
ele recebe email de pais e responde a todos.
Muito bom ...
Beijos

Patrícia Angélica disse...

Educar, saber dar limites, não ser molenga... Nossa! Como é difícil! Minha filha sempre foi muito boazinha, nunca mexeu em nada, nunca passei uma vergonha com ela em relação à isso, e, ela sempre me acompanhou à todos os lugares, inclusive salão de beleza. Mas de uns tempos para cá ela tem vergonha de falar com as pessoas e isso me deixa constrangida. Já saio de casa explicando que tem que falar com a titia, dar beijinho, tomar a benção... Mas quando chega, fico de carão. Já li vários livros e matérias e aprendi que ela vai fazer o que vê, mas eu juro que sou educadinha com todo mundo! Rsss.

O Dr Icami Tiba é demais! Os livros dele ajudam muito!
Bjs

Fran disse...

Sorte a sua Patrícia!
Gabriel é totalmente curioso e não resiste quando vê alguma coisa colorida ou diferente e tem que ir lá encostar a mão. A sorte é que quando falo o nome dele e faço sinal com a mão que não pode, ele pensa 10x. Mas tem situações que mesmo assim, ele vai lá e mexe! E quando vê as pessoas, parece bicho do mato. Pelo menos num primeiro momento.

Gabriela disse...

Eu li varios livros sobre educação, inclusive o Içami Tiba, mas creio que o maior problema hoje para as mães que são donas de casa, trabalhadoras, mulheres e mães é a falta de tempo e a irritação que isso causa nas pessoas e nessa hora não há livro ou conselho que adiante, vc acaba perdendo a cabeça.
A cultura oriental é mais calma que a nossa e acho que isso faz muita diferença quando se trata de educação, porque pra educar sem perder a cabeça é preciso ter muita paciência.
Vou tentar o programa o Içami, valeu a dica Déia...
bjs