terça-feira, 13 de outubro de 2009

História de um Nascimento: Bebê Sarah

Bom dia!!!!!

Hoje é dia de emoção no blog!!!!
A história de hoje é da Sarah, filha da Gabi, nossa colaboradora aqui no blog também!!! Ah, sobrinha da Vanessa né! Não posso esquecer de dizer!!! :)
A Gabi ficou de mandar a fotos dos três juntos, já que ela não tirou foto no parto, e enquanto isso colocamos a foto da Saroca, como Sarah é mais conhecida!!!!

Bôra?!

A Motivação
Primeiro eu queria, entrei em crise porque achei que estava muito velha para ser mãe e encontrava com amigas da minha infância e todas já eram mães, até minha irmã mais nova já era mãe! Mas ele não estava preparado...
Depois ele quis e eu me assustei, será que estamos prontos para esta responsabilidade?
Então decidimos vamos ter um bebê...

As Tentativas
Fiquei grávida pela primeira vez em Dezembro de 2004, contamos para todo mundo. Porém na primeira ultra o embrião não estava... (ok, estou segurando as lágrimas!!!)
Meu médico me disse: - Isso é normal acontece frequentemente na primeira gravidez, você vai poder tentar de novo daqui alguns dias...
Quando li Marley e Eu me lembrei muito deste episódio da minha vida... Chorei tanto quando cheguei em casa e o nosso cachorro, o Coral (que já nos deixou, esta história conto depois), sentou do meu lado e chorou junto comigo!
Primeira tentativa frustrada, depressão e levantei e resolvemos começar de novo.

A Descoberta
Bom, me sentindo recuperada da perda, em abril minha menstruação atrasou e entrei em pânico. Comprei o teste da farmácia e deu positivo. Corri pro médico. Fiz o BHCG e a secretária do médico pegou o resultado: – Parabéns você está grávida!!! Não tive coragem nem de ligar pro laboratório... Liguei pro marido e disse: - Estou grávida e não quero que ninguém saiba.
Só contamos para todos depois do 3 mês e segunda ultra (muito legal ver o Etzinho se debatendo dentro de você e você sem sentir nada...rsrsrs... Parece filme de ficção!)

A Gravidez
Foi a fase mais saudável da minha vida, tinha uma revista que falava sobre as semanas do bebê e ficava dizendo pro marido: Essa semana ele cresceu tantos cm, nesta ele já pode ouvir...
Amava cantar pra ela! Aliás quando descobri que era ela fiquei em estado de graça e nunca vi o marido tão preocupado e desorientado. Ele tinha certeza que era um menino!

O Parto
Cheguei para a consulta semanal na segunda e o médico estava com dificuldades de auscultar o coração da Saroca. Então quando acabou o exame ele disse: - Vamos operar amanhã? Falei: - Por mim tudo bem. O marido entrou em pânico!
Faltavam 30 minutos para a cirurgia e ele chega todo esbaforido, veste a roupa vai para o centro cirúrgico.
Quando ele entrou estava tão nervoso que foi me fazer um carinho e acabou me dando uns tapas na cabeça que eu tive que dizer: - Devagar marido é a minha cabeça.
Lembro-me que foi tão rápido que quando dei por mim aquela coisa gorducha já estava na mão do pediatra chorando. Lembro-me que tocava a música do Nando Reis “O amor é o calor, que aquece a alma...” Tenho certeza de que o amor é tudo isso e muito mais!!!Aliás até hoje quando me dizem que ela é linda, respondo: - É o amor, filho feito de amor!



5 comentários:

Francine Figueiredo disse...

Mais uma pra chorar!
e essa de estar velha pra ter filhos, é só querer muito que acontece, tenho uma prima que a primeira ( e única) filha dela teve aos 42 anos, e o marido com quase 50... tudo pelas vias naturais (menos o nascimento)
linda a história
bjs

Talita disse...

Linda história e linda menina!
Parabés!!!
Beijinhoss

Fran disse...

Ai, ai...
A gente tem que se preparar, né? Toda terça e sexta é dia de lágrimas!!!

Gabi, sua filhota é linda!!!

Mari Serezani disse...

Oi Roberta...
Acho tão lindas as histórias de nascimento.
Me emociono muito!
Posso mandar a da minha cucuca???
Como faço??
Bjoca gde..semana iluminada p/ vc!
Seu blog está cada dia melhor!

Vanessa disse...

Como participei de perto desta histório, ler é relembrar de cada detalhe.
Meninas sabe por que a Sarah é linda, porque se parece e muito com a tia dela. Risos...
Bjs,