segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Cantinho para pensar

A Camille está crescendo numa velocidade que até eu fico boba. Ela já está com 1 ano e 3 meses, mas é mais esperta que muita criança maior. Outro dia ela estava brincando com a comida do cachorro, pegando e jogando para fora e eu brigando com ela falando que não podia mexer.
E ela continuando a mexer, ai cheguei perto dela, abaixei e disse: Camille, não pode mexer ai, pq isto é da Kika. Sabe o que ela fez, meteu a mão dentro da vasilha, pegou a ração, olhou para mim e jogou para fora da vasilha e começou a rir. Lógico que peguei ela e coloquei no cercadinho falando que estava de castigo.
Depois conversei com umas amiga sobre o assunto e uma delas me disse que sempre se deve falar que ela deve ir para o "cantinho pensar "na besteria que fez.
Acho que ela não entende muito isso ainda, e se eu sentar ela em um canto ou numa cadeira, ela não vai ficar.
Dei até uma olhada em algumas matérias na net falando sobre o "cantinho para pensar".
Vcs já passaram por experiências parecidas? Como lidam com isso.

7 comentários:

Fran disse...

Eu confesso que Gabriel faz isso comigo. Muitas vezes seguro ele pelo braço e falo mais "grosso" com ele... Às vezes funciona e ele sabe que não pode! Mas já teve uma vez do Léo dar uma palmada nele, pois tentamos de todo o jeito e ele nada. Depois conversamos com ele e explicamos o motivo daquilo tudo. Não sei se ele entendeu. Mas eles nos desafiam o tempo todo! Nem sempre conversar, brigar, colocar de castigo funciona!

Mari Serezani disse...

Oi Vanessaaa...
Minha cucuca está com 3 aninhos e eu boto a bichinha pra pensar desde os 2...
Bater não pódeeee, explicar não adiantaaa...
Alguma coisa a gnt tem q tentar..
Nessas horas baixa o espírito Super Nanny e a nêga vai pro cantinho pensar!
Demoraaaa mais eles começam a entender.... bom...nessas horas que as crianças desafiam a gnt todo tipo de idéia é valida!
bjo gde

Déia. disse...

Van, meu Matheus tem 2 e 4 meses e olha, vou dizer, desde sempre eles entendem muito bem o que dizemos a ele.
Quando vc briga com ela e ela vai lá, faz e olha pra vc rindo te "desafiando" acha que ela nao entendeu o recado e quer só te testar?
Então, eles entendem sim, logo que desde sempre deixei Matheus pensando no cantinho da reflexão. E sempre era num lugar neutro conforme a pediatra dele dizia. Nada de deixa-lo de castigo no berço, cercadinho, porque eles associam aquele lugar como um lugar ruim. Entao compramos uma cadeirinha que fica no corredor de casa e lá é o canto da reflexão.
Hoje em dia ele já melhorou muito!! Não faz muitas birras, nao me desafia tanto. E quando o faz me olha com os olhos esbugalhados como se soubesse que fez besteira.
Então amiga, quanto mais cedo ter pulso firme, melhor.
Beijos

Roberta disse...

Às vezes tenho dúvida se ela entende. Tb deixo ela de castigo, mas quando pergunto se pode bater, ela faz com a cabeça que sim...enfim...mas melhor assim do que deixar livre...tem q ter limite...
Mas, Nessa, acho Camille pequena pra entender o cantinho do castigo...como vc mesma falou, ela não fica. MC fica e só sai quando eu falo. Isso ela entende, pelo menos!
Bjs

Francine Figueiredo disse...

a Sofia tem a mesma idade da Camille, nos desafiam o tempo todo, ela era mais calminha, mas agora já está colocando as asinhas de fora, mas não sei se ela entende sobre o "cantinho pra pensar", mas sempre que faz algo errado eu a repreendo...

Gabriela disse...

Bom, já passei por isso e digo que o cantinho pra pensar funciona bem até certa idade e enquanto é novidade...
Mas quando a Sarah era da idade da Mille primeiro eu falava mais de uma vez com cara séria e num tom de voz diferente...
Educação é repetição e paciência, então amiga, haja paciência...
bjs

Vanessa disse...

Amigas, obrigada pelas dicas, é sempre bom trocar experiências.
Bjs,