quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Robert - O Pequeno Guerreiro - a história de uma luta!

Meninas,

Tudo bem?
Hoje venho divulgar a história de um pequeno "grande" guerreiro!
Tudo começou quando recebi aqui no trabalho um email lamentável sobre a missa de sétimo dia do filho de um amigo que trabalhou aqui há um tempo atrás. Fiquei muito abalada com a notícia. Dias depois descobri que ele havia feito um blog contando toda a trajetória do Robert, nosso Guerreiro!
E conforme fui lendo, chorando, tomando conhecimento do que tinha acontecido...nossa, me emocionei muito e pedi ao Beto pra publicar essa lição de vida!
É um exemplo de coragem, determinação, e principalmente FÉ!
Dizem que a gente tira forças sabe Deus de onde, mas eu não sei dizer se eu teria tanta força como o Beto e a Jana tiveram.
Fica então o exemplo de vida de todas essas pessoas envolvidas!

http://nossopequenoguerreiro.blogspot.com/

Que o Robert esteja junto com os Anjinhos!

Beijos.

9 comentários:

Vanessa disse...

Não consigo ler o blog aqui no trabalho. Estou chorando muito.
Nossa não consigo imaginar uma situação dessas. Que Dor!
Onde ele estiver, estará bem acompanhado e iluminando todos que o amam.
Bjs,

Fran disse...

Eu li!
É emocionante e faz a gente refletir!
Uma lição de vida mesmo!

Vick disse...

Nossa...Sem palavras.

Patrícia Angélica disse...

Como pode um ser tão pequenino ser tão forte? Ele realmente é e sempre será um GUERREIRO DE LUZ! Que o Robert esteja em paz, com Deus e os anjinhos, onde é seu lugar.

Eu queria poder dizer algo para confortar os pais, mas Deus se encarrega disso, porque eu sinceramente não tenho palavras.

Agente não é nada mesmo!!!

Dany disse...

Precisei tomar fôlego antes de comentar...
Não consigo me imaginar passando por uma situação dessa. Acho que ninguém, né!
Toda vez que fico sabendo de algo assim, tenho vontade de abraçar muito meu Caio e beijá-lo até dizer chega...
Dá um vazio, um medo, sei lá, uma coisa estranha.
Mas realmente esses pais tiveram muita força , principalmente, o Robert!

Déia. disse...

Ai amiga, quando você me mostrou este blog no trabalho fiquei péssima. Cê sabe que não consigo ler essas coisas sem me emocionar. Quanto mais quando a história é de mãe e filho.
Nossa, me fez refletir muito e me deu um aperto tao grande no coração amiga!
Não vou escrever mais não que sempre dá vontade de chorar.
Adoro você.

Gabriela disse...

CARAMBA, é de ficar sem palavras mesmo...
Não consegui ler toda a história, mas as fotos me deixaram muito emocionada.
Minha sogra dizia que só uma mãe sabe a dor de perder seu filho e acho que é isso mesmo, só a Jana deve saber que dor é essa e quanta força ela deve estar fazendo para sobreviver a isso.
bjs

Erika disse...

Eu conhecia esse blog, pois uma amigona minha é prima do Beto e do Robert. Ela havia pedido pra fazermos uma corrente de oração pela recuperação dele... Fiquei triste em saber que ele havia perdido essa batalha, mas como o seu pai o chamava, ele era um guerreiro de luz e foi brilhar ao lado de Deus!

Letícia Godoy disse...

Meninas fui olhar o blog ontem qdo vi postado aqui. Comecei a le-lo a tarde e terminei as 2:14h da madrugada, simplismente não conseguia parar de ler.
Que luta que eles travaram, que força que tiveram. Cada vez que ele postava que o Robert tinha dor doía em mim. Muito triste ver as fotos dele bem e depois já abalado e debilitado com a doença.
Uma coisa que me chamou a atenção foi o Beto postar que estavam em paz mesmo com a partida do Robert.
Fiquei pensando: ficaram em paz pq lutaram por ele até o fim, fizeram tudo que podiam, se dedicaram de corpo e alma pela vida do filho. Foi uma lição de muito amor, fé e luta.
Enchi quase uma psicina com minhas lágrimas, mas Deus sabe o que faz e Robert não merecia sofrer mais do que sofreu, mais dores, foi um descanso para o pequeno guerreiro.

beijinhosss